sábado, 31 de março de 2012

Meu coração é assim

Meu coração é assim
Cercado por brechas
Que não mais se abrem
E não mais se fecham
O que está dentro pode sair
O que está fora pode entrar
Já foi atingido por algumas flechas
Tanto de amor quanto de dor
Estas, no entanto, até furam
Mas não mais fincam
Simplesmente escorrem
E deslizam por suas brechas

7 comentários:

NDORETTO disse...

(((((Simples e lindo!)))))

Adoro poesia curta. Meus cumprimentos!

aline disse...

porque coração é assim... sempre cabe mais um (dentro ou fora).

Antônio LaCarne disse...

lindo poema, parabéns!

Flá Costa disse...

Que dom bom seu coração tem... ou adquiriu..

Beijinhos

Maíra Mello disse...

mesmo com as tempestades da vida, é bom mantermos o coração aberto ou pelo menos com brechas, para não ficarmos carrancudos e amargos....

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- apesar de tudo, corra com o peito aberto. sempre.

ps: lindo poema, me fez lembrar do mestre fernando pessoa.

Anna Flávia disse...

O meu é bem assim também. Só não saberia dizer de uma forma tão bonita.


Beijo

Licença Creative Commons
Blog de Larissa Bello é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.