quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Ditos e ditados de mamãe

Para encorajar: "Mete os peito!"
Para os dias de frio: "Leva um capote"
Para as noites difíceis: "Uma noite passageira é"
Para assumir a realidade da vida: "Pra morrer, basta tá vivo"
Para aqueles que compreendem: "Pra quem sabe ler um pingo é letra"
Para o mundo que não para: "Enquanto o povo cochila, lá vai notícia da vila"
Para os negros que parecem nunca envelhecer: "Nego quando pinta, tem mais de 130"

5 comentários:

Mariana Bennemann disse...

tem coisa que só mãe fala.

e conforme vem chegando a idade, a gente repete ^^

Anna Flávia disse...

As mães sabem o que dizem. :)


Beijo

Mulher Vã disse...

É sempre assim, de vez em quando um de nós diz [ou faz] algo que a lembra e o outro sempre diz: "tá parecendo a mamãe!" ou então: "Eh dona Dalva!"

A gente dá uma risada cumplice e saudosa...

Vanessa Carvalho disse...

De mães e avós.
Bonito esse seu canto.

Flores e uma ventania
de bons pensamentos, moça.

aline disse...

eu já falo um monte de coisa que são falas próprias da minha mãe, da minha vó...

Licença Creative Commons
Blog de Larissa Bello é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.