terça-feira, 11 de setembro de 2012

O que é isso que se perde?

                         O que é isso que se perde?
                                                  Que muda
                                    Que vira outra coisa
                           Que não mais se conhece

Não sabe se é bom ou ruim
Só sente o que se percebe
Diferente do que já foi
Distante de onde viera

                                         Quer aproximar
                                    Mas não consegue
                     Não há espaço para encaixar
                           A voz não mais reverbera

Uma sombra paira no ar
Contorna contornos meio tortos
Que se deslocam disformes
Devido ao seu cambalear

                Está agora em um novo caminho
  Que se manifesta no instante que percorre
                           E se move mesmo inerte
                      Em direção a um outro lugar

6 comentários:

Antônio LaCarne disse...

ando com a impressão de que ando me perdendo, mas de forma necessária.

Henrique Miné disse...

bom, talvez aquele que realmente está se movendo seja o observador, tbm. Aliás, por que não seria, não é? tudo uma questão de perspectiva...

beeeijo!

LauraAlberto disse...

às vezes é preciso perder para encontrar, é um mal [bem] necessário

beijo

Élinson Martins o-taberneiro.blogspot.com.br disse...

gostei muito!
vou seguir e vou voltar!

Vanessa Carvalho disse...

Adorei.

Flores.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Sim. O cérebro, conforme o resto do corpo, também muda, apesar de mais estável; substâncias entram e saem de lá sempre, e as ligações entre neurônios estão sendo feitas e desfeitas. A memória e o próprio modo de raciocinar varia durante a vida, mas mantém-se a unidade de consciência por causa da alma; senão seríamos uma seqüência de reações químicas sem noção de nós mesmos, à semelhança de uma fileira de dominós que se anima sem consciência; nossa alma é um dedo alheio ao sistema, que transgride a lei da causa e efeito, e interfere na fileira de dominós, metaforicamente.

Licença Creative Commons
Blog de Larissa Bello é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.