sábado, 17 de setembro de 2011

E eis que surge Filipe Catto



Esse é Filipe Catto, com sua "Saga", que é simplesmente um poema musical:

Se eu soubesse que o amor é coisa aguda
Que tão brutal percorre início, meio e fim
Destrincha a alma, corta fundo na espinha
Inebria a garganta, e fere a quem quiser ferir

3 comentários:

aline disse...

que coisa mais linda...

aline disse...

nossa, eu também fiquei boquiaberta.
é muito, muito bom.
completamente diferente disso que tem surgido.

Mariana Bennemann disse...

o amor é perigosíssimo

Licença Creative Commons
Blog de Larissa Bello é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.